Domingo II do Advento | Ano C
Antífona de Entrada
Coroa do Advento
Salmo Responsorial
Aclamação ao Evangelho
Apresentação dos Dons
Comunhão
Pós Comunhão
Final
Missa com Crianças
Antífona de Entrada

cf. Is 30, 19.30
Povo de Sião: eis o Senhor que vem salvar os homens.
O Senhor fará ouvir a sua voz majestosa
na alegria dos vossos corações.

• Ó Povo de Sião – M. Luís (CAC, p. 49-50)
• Povo de Deus, eis o teu Senhor – M. Luís (CAC, p. 53-54 | NCT, 40)
• Povo de Sião – F. Valente (BML, 73)
• Povo de Sião – M. Carneiro (GD, p. 17-19)
• Povo de Sião - I – F. Santos (BML, 8 | CEC I, p. 14)
• Povo de Sião - II – F. Santos (BML, 18 | CEC I, p. 16 | NCT, 26 | CLS-2ed, 232)

[Outras Sugestões]

• Jesus Cristo, luz das nações – F. Santos (BML, 23)
• Maranatha – I. Rodrigues
• Maranatha! Aleluia! – F. Santos (BML, 28 | CEC I, p. 32 | CLS-2ed, 198)
• Maranatha! Vinde, Senhor Jesus – M. Luís (CAC, p. 41 | CN, 604)
• O Senhor virá no esplendor – Az. Oliveira (CEC I, p. 37 | IC, p. 94 | NRMS, 64 | CN, 748)
• Povos que caminhais – J. Santos (IC, p. 96-97 | NRMS, 64)
Coroa do Advento
  • «Trata-se de um suporte normalmente redondo (às vezes, também se vê com forma linear), revestido de ramos vegetais verdes, sobre o qual se colocam quatro velas, e o conjunto situa-se próximo do altar ou do ambão da Palavra. (...) Estas velas vão-se acendendo gradualmente, nas quatro semanas do Advento. (...) No Natal, pode acrescentar-se uma quinta vela, branca, até ao final do Tempo do Natal.» (Dicionário Elementar de Liturgia)
  • «A disposição de quatro velas numa coroa de ramos sempre verdes (...) tornou-se símbolo do Advento nas casas dos cristãos. A coroa de Advento, com o progressivo acender das quatro velas, domingo após domingo, até à solenidade do Natal, é memória das várias etapas da história da salvação antes de Cristo e símbolo da luz profética que, pouco a pouco, iluminava a noite da espera expectante até ao nascimento do Sol de justiça (cf. Ml 3,20; Lc 1,78).» (Directório sobre a Piedade Popular e a Liturgia, n. 98). 

    Sendo costume fazer-se a Coroa do Advento um pouco por todo o País, deixamos algumas sugestões para o momento em que, em cada domingo, se acende a vela da coroa. Na maioria das paróquias é costume acender-se a vela após o cântico de entrada.
• Jesus Cristo, luz das nações – F. Santos (BML, 23)
• Lumen Christi – M. Luís (CAC, p. 464)
• Lúmen Christi, Ámen! – S. Vicente, M. D. Duarte (SF)
• Ó luz de eterna formosura – F. Santos (BML, 32 | ENPL, XIV)
• O Senhor vem e não tardará – F. Santos (NCT, p. 25 | CN, 747)
• O Senhor vem e não tardará – M. Luís (CAC, p. 50 | NCT, 26)
• Vinde Jesus – A. Morais (SDLG)
• Vinde, Jesus – J. J. Ribeiro (CLS-2ed, 281)
• Vinde, Senhor (Vinde Jesus, brilhe no mundo) – I. Rodrigues
• Vinde, Senhor, a Igreja Vos espera – M. Luís (IC, p. 107 | NRMS, 4 - I)
• Vinde! Vinde Jesus – J. A. Nunes (OCL)

[Outras Sugesões]

• A luz de Cristo – M. Luís (CEC II, p. 183 | NCT, 370 | CN, 144)
• A luz de Cristo – Az. Oliveira (CEC II, p. 179 | IC, p. 617-618 | NRMS, 88 | CN, 143)
• A luz de Cristo – B. Salgado (IC, p. 617 | NRMS, 5)
• Esta luz de Cristo – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 5)
• Senhor, tu és a luz – Az. Oliveira (CEC II, p. 182 | IC, p. 566-567 | NCT, 273 | NRMS, 6-II | CN, 917)
Leitura I

Bar 5, 1-9
«Deus mostrará o teu esplendor»
Deus promete a Israel dias de glória e de bênção, que porão fim ao cativeiro da Babilónia. Os membros do Povo eleito, dispersos, em pequenos grupos, num mundo pagão, hão-de reunir-se, não pelo esforço dos homens, mas por obra do mesmo Deus, em volta de Jerusalém, constituindo, de novo, uma nação com destino próprio.
Como a Israel, Deus também nos libertou, por meio de Jesus Cristo, que veio à terra para nos reunir no Seu Povo, a Sua Igreja, a «Jerusalém do alto» e «nossa mãe».

Leitura do Livro de Baruc
Jerusalém, deixa a tua veste de luto e aflição e reveste para sempre a beleza da glória que vem de Deus. Cobre-te com o manto da justiça que vem de Deus e coloca sobre a cabeça o diadema da glória do Eterno. Deus vai mostrar o teu esplendor a toda a criatura que há debaixo do céu; Deus te dará para sempre este nome: «Paz da justiça e glória da piedade». Levanta-te, Jerusalém, sobe ao alto e olha para o Oriente: vê os teus filhos reunidos desde o Poente ao Nascente, por ordem do Deus Santo, felizes por Deus Se ter lembrado deles. Tinham-te deixado, caminhando a pé, levados pelos inimigos; mas agora é Deus que os reconduz a ti, trazidos em triunfo, como filhos de reis. Deus decidiu abater todos os altos montes e as colinas seculares e encher os vales, para se aplanar a terra, a fim de que Israel possa caminhar em segurança, na glória de Deus. Também os bosques e todas as árvores aromáticas darão sombra a Israel, por ordem de Deus, porque Deus conduzirá Israel na alegria, à luz da sua glória, com a misericórdia e a justiça que d’Ele procedem.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial

Salmo 125 (126), 1-2ab.2cd-3.4-5.6 (R.3)

Refrão:Grandes maravilhas fez por nós o Senhor:
por isso exultamos de alegria.
Ou: O Senhor fez maravilhas em favor do seu povo. 

Quando o Senhor fez regressar os cativos de Sião,
parecia-nos viver um sonho.
Da nossa boca brotavam expressões de alegria
e de nossos lábios cânticos de júbilo.

Diziam então os pagãos:
«O Senhor fez por eles grandes coisas».
Sim, grandes coisas fez por nós o Senhor,
estamos exultantes de alegria.

Fazei regressar, Senhor, os nossos cativos,
como as torrentes do deserto.
Os que semeiam em lágrimas
recolhem com alegria.

À ida, vão a chorar,
levando as sementes;
à volta, vêm a cantar,
trazendo os molhos de espigas.

• Grandes maravilhas fez por nós o Senhor – Az. Oliveira (CSS, C - 12)
• Grandes maravilhas fez por nós o Senhor – A. Cartageno (OCL)
• Grandes maravilhas fez por nós o Senhor – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 45)
• O Senhor fez maravilhas – S. Marques (NRMS, 1 - I)
• O Senhor fez maravilhas – M. Luís (BML, 5 | SRML, p. 254-255)
• O Senhor fez maravilhas – Az. Oliveira (SRAO C, p. 12-13; p. 52-53)
• O Senhor fez maravilhas – M. Carneiro (GD, p. 60-61 | SRMC B, p. 140-141 | SRMC C, p. 12-13)
Leitura II

Filip 1, 4-6.8-11
«Puros e irrepreensíveis para o dia de Cristo»
Graças à acção divina e à cooperação dada pelos cristãos de Filipos, o Evangelho difundiu-se extraordinariamente. Por isso, S. Paulo, com os mesmos sentimentos de alegria com que o profeta cele¬brava o «regresso» a Jerusalém, canta a «conversão» dos homens ao Evangelho, ao mesmo tempo que exorta os Filipenses a continuarem a trabalhar na construção da Igreja, pelo progresso na caridade e no conhecimento de Deus.

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Filipenses
Irmãos: Em todas as minhas orações, peço sempre com alegria por todos vós, recordando-me da parte que tomastes na causa do Evangelho, desde o primeiro dia até ao presente. Tenho plena confiança de que Aquele que começou em vós tão boa obra há-de levá-la a bom termo até ao dia de Cristo Jesus. Deus é testemunha de que vos amo a todos no coração de Cristo Jesus. Por isso Lhe peço que a vossa caridade cresça cada vez mais em ciência e discernimento, para que possais distinguir o que é melhor e vos torneis puros e irrepreensíveis para o dia de Cristo, na plenitude dos frutos de justiça que se obtêm por Jesus Cristo, para louvor e glória de Deus.
Palavra do Senhor.

Aclamação ao Evangelho

V/ Preparai o caminho do Senhor,
endireitai as suas veredas
e toda a criatura verá a salvação de Deus.

• Aleluia [Advento] – B. Ferreira (OCL)
• Aleluia | Preparai o caminho do Senhor – F. Santos (BML, 33 | NCT, 35)
• Aleluia | Preparai o caminho do Senhor II – F. Santos (BML, 28 | NCT, 436)
Evangelho

Lc 3, 1-6
«Toda a criatura verá a salvação de Deus»
S. Lucas situando, com precisão, a pregação de João Baptista no coração da história dos homens, indica, claramente que a salvação é universal, oferecida a todos os homens, sem excepção. «Ao novo Povo de Deus todos os homens são chamados» (LG 13).
A condição essencial para a aceitação da salvação é a conversão a Deus, que envolve, como consequências a libertação do pecado.
Para que a vinda misteriosa de Cristo às nossas almas, hoje se cumpra, é necessário, pois, «preparar os caminhos do Senhor».

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
No décimo quinto ano do reinado do imperador Tibério, quando Pôncio Pilatos era governador da Judeia, Herodes tetrarca da Galileia, seu irmão Filipe tetrarca da região da Itureia e Traconítide e Lisânias tetrarca de Abilene, no pontificado de Anás e Caifás, foi dirigida a palavra de Deus a João, filho de Zacarias, no deserto. E ele percorreu toda a zona do rio Jordão, pregando um baptismo de penitência para a remissão dos pecados, como está escrito no livro dos oráculos do profeta Isaías: «Uma voz clama no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. Sejam alteados todos os vales e abatidos os montes e as colinas; endireitem-se os caminhos tortuosos e aplanem-se as veredas escarpadas; e toda a criatura verá a salvação de Deus’».
Palavra da salvação.

Apresentação dos Dons
• Desce o orvalho – Pop. Francesa
• Erguei-vos que vem o Senhor – F. Silva (IC, p. 76 | NRMS, 39)
• Erguei-vos que vem o Senhor – J. Geada
• Meu Deus, revelai nas alturas – M. Carvalho (IC, p. 84 | NRMS, 31)
• Sabedoria infinita – F. Santos (BML, 43 | CP I, p. 12 | LHC II, p. 17 | NCT, 446)
• Sabedoria infinita – M. Luís (LHC II, p. 16-17 | CN, 868)
• Senhor poderoso [ Abre, claro Céu] – M. Luís (LHC II, p. 24 | HL, p. 28-29)
• Uma voz que vem de longe – M. Carvalho (IC, p. 102 | NRMS, 95-96)
• Uma voz que vem de longe – F. Santos (CP I, p. 22 | LHC II, p. 21 | NCT, 459)
• Uma voz que vem de longe – M. Luís (LHC II, p. 20)
Comunhão

Bar 5, 5; 4, 36
Levanta-te, Jerusalém, sobe às alturas e vê a alegria
que vem do teu Deus.

• Levanta-te, Jerusalém – F. Silva (IC, p. 83-84 | NCT, 43 | NRMS, 39)
• Levanta-te, Jerusalém – F. Santos (BML, 48 | CEC I, p. 17-18)
• Levanta-te, Jerusalém – M. Carneiro (GD, p. 20-24)
• Levanta-te, Jerusalém – J. Mateus (OCL)

[Outras Sugestões]

• Não temas, Povo de Deus – M. Borda (IC, p. 86 | NRMS, 56)
• Preparai os caminhos do Senhor – M. Carneiro (IC, p. 97-98 | NRMS, 95-96 | CLS-2ed, 234)
• Preparai os caminhos do Senhor – F. Santos (BML, 13 | CEC I, p. 31 | NCT, 28 | CLS-2ed, 233)
• Senhor, descei a nós – M. Luís (CEC I, p. 34 | CN, 909)
• Uma voz clama no deserto – J. P. Martins
• Uma voz que vem de longe – M. Carvalho (IC, p. 102 | NRMS, 95-96)
• Uma voz que vem de longe – F. Santos (CP I, p. 22 | LHC II, p. 21 | NCT, 459)
• Uma voz que vem de longe – M. Luís (LHC II, p. 20)
Pós Comunhão
• Eis o nosso Deus – M. Luís (CAC, p. 34-35)
• Não temas, Povo de Deus – M. Borda (IC, p. 86 | NRMS, 56)
• Preparai os caminhos do Senhor – M. Carneiro (IC, p. 97-98 | NRMS, 95-96 | CLS-2ed, 234)
• Preparai os caminhos do Senhor – F. Santos (BML, 13 | CEC I, p. 31 | NCT, 28 | CLS-2ed, 233)
• Senhor, descei a nós – M. Luís (CEC I, p. 34 | CN, 909)
• Uma voz clama no deserto – J. P. Martins
• Uma voz que vem de longe – M. Carvalho (IC, p. 102 | NRMS, 95-96)
• Uma voz que vem de longe – F. Santos (CP I, p. 22 | LHC II, p. 21 | NCT, 459)
• Uma voz que vem de longe – M. Luís (LHC II, p. 20)
Final
• Ave, Senhora do Advento – Az. Oliveira (IC, p. 69 | NRMS, 95-96)
• Maria, fonte da esperança – M. Luís (CAC, p. 43 | NCT, 53)
• No fim dos tempos – J. P. Martins
• O Senhor virá no esplendor – Az. Oliveira (CEC I, p. 37 | IC, p. 94 | NRMS, 64 | CN, 748)
• Vinde, vinde, não tardeis – M. Luís (CAC, p. 73 | CEC I, p. 34 | NCT, 43 | CN, 1013)

Sugere-se, particularmente para o Final, o uso da Antífona Mariana do Tempo de Advento:

• Alma Redemptoris Mater – C. Gregroriano (NCT, 58 | CN, 204)
• Santa Mãe do Redentor – F. Santos (BML, 75-76)
Missa com Crianças
  • Nota introdutória

 Dizia a equipa que organizou a primeira edição do livro “As Crianças louvam o Senhor” (2003) que «O mais importante é ajudar as crianças a abrirem-se à mensagem e a integrarem-se na assembleia dos adultos, aprendendo gradualmente o respetivo repertório. De facto, «As crianças são muito mais inteligentes do que às vezes as fazemos. Se iniciadas progressivamente, elas podem cantar muito bem todo o repertório dito dos adultos, incluindo o canto gregoriano e a polifonia clássica.», acrescentam. Disto faz eco, D. José Cordeiro, na apresentação da 2ª Edição de “As crianças louvam o Senhor”, publicada em 2020, justificando assim a revisão e o aumento feitos para esta nova edição

  O Diretório das Missas com Crianças (1973), lembra:

 «21. Deve-se ter sempre diante dos olhos que tais celebrações eucarísticas devem encaminhar as crianças para as missas de adultos, principalmente para a missa dominical, que reúne toda a comunidade cristã. (…)

  30. O canto, de grande importância em todas as celebrações, sê-lo-á mais ainda nas missas celebradas com as crianças, dado o seu peculiar gosto pela música. Portanto, deve-se fomentá-lo de toda forma, levando-se em conta a índole de cada povo e as aptidões das crianças presentes. (…)»

 Para que as nossas crianças possam saborear o melhor da música em cada eucaristia que participam, deixando-se envolver pela beleza da música que dá vida às palavras e de cada texto de onde brota cada melodia, apresentaremos em cada domingo, a partir deste Domingo I do Advento um conjunto de sugestões que ajudarão os coros infantis, juvenis e de catequese na escolha dos seus programas dominicais.

  As escolhas terão como base a 2ª edição de “As Crianças louvam o Senhor” (CLS) publicado Secretariado Nacional de Liturgia (SNL)  e em outros tantos cânticos escritos para missas com crianças dispersos pela Nova Revista de Música Sacra (NRMS), Boletim de Música Sacra (BML) e várias outras publicações, e ainda alguns outros cânticos cuja forma de composição e de escrita nos parecem exequíveis por crianças, apresentamos uma sugestão de cânticos para cada domingo. Por vezes serão sugeridos alguns cânticos que podem ser considerados mais “genéricos”, mas ainda assim dentro do espírito da liturgia do respetivo domingo.

Antífona de Entrada

• Povo de Sião - II – F. Santos (BML, 18 | CEC I, p. 16 | NCT, 26 | CLS-2ed, 232)
• Preparai os caminhos do Senhor – F. Santos (BML, 13 | CEC I, p. 31 | NCT, 28 | CLS-2ed, 233)
• Vem, Senhor, vem – T. Sousa (CLS-2ed, 276)
  • Coroa do Advento
• Lúmen Christi, Ámen! – S. Vicente, M. D. Duarte (SF)
• Vinde, Jesus – J. J. Ribeiro (CLS-2ed, 281)
  • Salmo Responsorial
• Grandes maravilhas fez por nós o Senhor – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 45)
• O Senhor fez maravilhas – M. Carneiro (GD, p. 60-61 | SRMC B, p. 140-141 | SRMC C, p. 12-13)
  • Aclamação ao Evangelho
• Aleluia [Advento] – B. Ferreira (OCL)
• Aleluia | Preparai o caminho do Senhor – F. Santos (BML, 33 | NCT, 35)
• Aleluia | Preparai o caminho do Senhor II – F. Santos (BML, 28 | NCT, 436)
  • Apresentação dos Dons
• Desce o orvalho – Pop. Francesa
• Não demoreis, ó Salvador do mundo – J. J. Ribeiro (CLS-2ed, 202 | OCL)
  • Antífona de Comunhão
• Preparai os caminhos do Senhor – M. Carneiro (IC, p. 97-98 | NRMS, 95-96 | CLS-2ed, 234)
• Uma voz clama no deserto – J. P. Martins
  • Pós-Comunhão
• Erguei-vos que vem o Senhor – F. Silva (IC, p. 76 | NRMS, 39)
• Maranatha! Aleluia! – F. Santos (BML, 28 | CEC I, p. 32 | CLS-2ed, 198)
  • Final
• Ave, Senhora do Advento – Az. Oliveira (IC, p. 69 | NRMS, 95-96)
• No fim dos tempos – J. P. Martins
[BML] Boletim de Música Litúrgica, Serviço Diocesano de Música Litúrgica, Porto.
[CAC] Pe. Manuel Luís - Cânticos da Assembleia Cristã, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2006.
[CEC I] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 1, 3.ª ed, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2007.
[CEC II] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 2, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 1999.
[CLS-2ed] As Crianças Louvam o Senhor, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2020.
[CN] Cantoral Nacional para Liturgia, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2019..
[CP I] Con. António Ferreira dos Santos - Canto Perene, vol. 1, Secretariado Diocesano de Liturgia, Porto, 2003.
[CSS] Pe. António Azevedo de Oliveira - Cantai Salmos ao Senhor - Salmos Responsoriais, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2019..
[ELC] Vitor Pereira (arranjos de José Joaquim Ribeiro) - Esta Luz de Cristo, Cânticos para a Liturgia, Paulinas Editora.
[ENPL] Guiões dos Encontros Nacionais de Pastoral Litúrgica, Fátima.
[GD] Pe. Miguel Carneiro - Glória a Deus, Paulus Editora, Lisboa, 2006.
[HL] Pe. Manuel Luís - Hinos para a Liturgia - I, Paróquia de Nossa Senhora das Mercês, Lisboa, 1979.
[IC] A Igreja Canta, 2.ª ed, Comissão Bracarense de Música Sacra, 2005.
[LHC II] Liturgia das Horas: Edição para Canto, vol. 2, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2003.
[NCT] Novo Cantemos Todos, Editorial Missões, Cucujães,1990.
[NRMS] Nova Revista de Música Sacra, Comissão Bracarense de Música Sacra, Braga.
[OCL] Pró-manuscrito , publicado pelo site O Canto na Liturgia.
[SDLG] Secretariado Diocesano de Liturgia da Guarda, -.
[SDLP] Secretariado Diocesano de Liturgia do Porto, .
[SF] Obras inéditas compostas para o Santuário de Fátima - Santuário de Fátima, -.
[SRAO C] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano C, Música Sacra, Braga, 1991.
[SRMC B] Pe. Miguel Carneiro - Deus fez maravilhas: Salmos Responsoriais – Ano B, Paulus Editora, Lisboa, 2008.
[SRMC C] Pe. Miguel Carneiro - Povo do Senhor, exulta e canta: Salmos Responsoriais – Ano C, Paulus Editora, Lisboa, 2009.
[SRML] Pe. Manuel Luís - Salmos Responsoriais e Aclamações ao Evangelho, Comissão de Liturgia e Música Sacra do Patriarcado de Lisboa, Lisboa, 1997.