14 de Maio | Festa de São Matias, Apóstolo
Nota Histórica
Antífona de Entrada
Salmo Responsorial
Apresentação dos Dons
Antífona de Comunhão
Pós Comunhão
Final
Nota Histórica

«Festa de São Matias, Apóstolo, que seguiu o Senhor Jesus desde o baptismo de João até ao dia em que Cristo subiu ao Céu; por isso, depois da Ascensão do Senhor, foi chamado pelos Apóstolos para ocupar o lugar do traidor Judas, a fim de que, contado entre os Doze, fosse testemunha da ressurreição.» (in Martirológio Romano do dia 14 de Maio)

Antífona de Entrada

«Não fostes vós que Me escolhestes, diz o Senhor.
Fui Eu que vos escolhi e vos destinei,
para que deis fruto e o vosso fruto permaneça. Aleluia.»
(Jo 15, 16)

• Não fostes vós que Me escolhestes – Az. Oliveira (IC, p. 481 | NRMS, 59 | CN, 638)
• Não fostes vós que Me escolhestes – Ar. Oliveira (IAC, p.324)

[Outras Sugestões]

• Os Apóstolos plantaram a Igreja – F. Silva (IC, p. 703 | NRMS, 66)
Leitura I

Actos 1, 15-17.20-26
«A sorte caiu em Matias, que foi agregado aos onze Apóstolos»

Leitura dos Actos dos Apóstolos
Naqueles dias,
estavam reunidas cerca de cento e vinte pessoas.
Pedro levantou-se no meio dos irmãos e disse:
«Irmãos, era necessário que se cumprisse
o que o Espírito Santo anunciou na Escritura,
pela boca de David,
a respeito de Judas, que foi o guia dos que prenderam Jesus.
Na verdade, era um dos nossos
e foi-lhe atribuída uma parte neste ministério.
Está escrito no Livro dos Salmos:
‘Fique deserta a sua morada
e não haja quem nela habite’.
E ainda: ‘Receba outro o seu cargo’.
É necessário, portanto,
que de entre os homens que estiveram connosco
durante todo o tempo que o Senhor Jesus viveu no meio de nós,
desde o baptismo de João
até ao dia em que do meio de nós foi elevado ao Céu,
um deles se torne connosco testemunha da sua ressurreição».
Apresentaram dois:
José, chamado Barsabás, de sobrenome Justo, e Matias.
E oraram, dizendo:
«Senhor, que conheceis o coração de todos os homens,
indicai-nos qual destes dois escolhestes
para ocupar, no ministério apostólico,
o lugar que Judas abandonou, a fim de ir para o seu lugar».
Deitaram sortes sobre eles
e a sorte caiu em Matias
que foi agregado aos onze Apóstolos.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial

O Senhor fê-lo sentar-se com os grandes do seu povo.
Ou: Aleluia.

Louvai, servos do Senhor,
louvai o nome do Senhor.
Bendito seja o nome do Senhor,
agora e para sempre.

Desde o nascer ao pôr do sol,
seja louvado o nome do Senhor.
O Senhor domina sobre todos os povos,
a sua glória está acima dos céus.

Quem se compara ao Senhor nosso Deus,
que tem o seu trono nas alturas
e Se inclina lá do alto
a olhar o céu e a terra?

Levanta do pó o indigente
e tira o pobre da miséria,
para o fazer sentar com os grandes,
com os grandes do seu povo.
 

• O Senhor fê-lo sentar – Ar. Oliveira (SRF IV, 30 | IAC, 389)
• O Senhor fê-lo sentar - I – F. Santos (OCL)
Aclamação ao Evangelho

«Eu vos escolhi do mundo, para que vades e deis fruto
e o vosso fruto permaneça.»
(cf. Jo 15, 16)

Evangelho

Jo 15, 9-17
«Não fostes vós que Me escolhestes; fui Eu que vos escolhi»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
Naquele tempo,
disse Jesus aos seus discípulos:
«Assim como o Pai Me amou,
também Eu vos amei.
Permanecei no meu amor.
Se guardardes os meus mandamentos,
permanecereis no meu amor,
assim como Eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai
e permaneço no seu amor.
Disse-vos estas coisas,
para que a minha alegria esteja em vós
e a vossa alegria seja completa.
É este o meu mandamento:
que vos ameis uns aos outros,
como Eu vos amei.
Ninguém tem maior amor
do que aquele que dá a vida pelos amigos.
Vós sois meus amigos,
se fizerdes o que Eu vos mando.
Já não vos chamo servos,
porque o servo não sabe o que faz o seu senhor;
mas chamo-vos amigos,
porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi a meu Pai.
Não fostes vós que Me escolhestes;
fui Eu que vos escolhi e destinei,
para que vades e deis fruto
e o vosso fruto permaneça.
E assim, tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome,
Ele vo-lo concederá.
O que vos mando é que vos ameis uns aos outros».
Palavra da salvação.

Apresentação dos Dons
• Arautos da Boa Nova – M. Luís (ENPL, XXII; XLII; XLIII; XLIV; XLV | NCT, 636)
• Com o coro dos Apóstolos – Az. Oliveira (ENPL, XXXIII; XXXVIII | IC, 697 | NRMS | CN, 299)
• É este o meu mandamento – B. Ferreira (OCL)
• Permanecei no meu amor – B. Ferreira (OCL)
Antífona de Comunhão

«É este o meu mandamento, diz o Senhor:
amai-vos uns aos outros como Eu vos amei. Aleluia.»
(Jo 15, 12)

• Dou-vos um mandamento novo – F. Silva (IC, p. 430-431 | NRMS, 71-72 | CN, 379)
• Dou-vos um mandamento novo – F. Valente (BML, 130-131)
• É este o meu mandamento – M. Luís (NCT, 130)
• É este o meu mandamento – B. Ferreira (OCL)
• Recebemos do Senhor um mandamento novo – M. Luís (BML, 30 | CAC, p. 231-232 | NCT, 127)

[Outras Sugestões]

• Já não vos chamo servos – S. Marques (IC, p.701 | NRMS, 66)
• Já não vos chamo servos – M. Luís (ENPL, IX | LHC III, p. 484 | CN, 547)
• Não há maior prova de amor – M. Luís (ENPL, X)
• Não há maior prova de amor – M. Faria (IC, p. 222-223 | NRMS, 29)
• Permanecei no meu amor – B. Ferreira (OCL)
• Se cumprirdes os meus mandamentos – C. Silva (CEC I, p. 152 | CEC II, p. 37-38 | OC, p. 231)
• Vós sereis meus amigos – Az. Oliveira (NRMS, 146)
• Vós sereis meus amigos – M. Carneiro (RBP, p. 181-184)
• Vós sereis meus amigos – M. Faria (IC, p. 267 | NRMS, 29)
• Vós sereis meus amigos – F. Lapa (BML, 100)
• Vós sereis meus amigos – M. Luís (BML, 30 | CAC, p. 425-426 | CEC I, p. 151 | NCT, 128 | CN, 1024)
Pós Comunhão
• Arautos da Boa Nova – M. Luís (ENPL, XXII; XLII; XLIII; XLIV; XLV | NCT, 636)
• Beberam o cálice – C. Silva (OC, p. 43)
• Beberam o cálice do Senhor – A. Cartageno (ENPL, XLIV)
• Com o coro dos Apóstolos – Az. Oliveira (ENPL, XXXIII; XXXVIII | IC, 697 | NRMS | CN, 299)
• O Senhor enviou os seus Apóstolos – F. Silva (IC, p.703 | NRMS, 66)
Final
• Arautos da Boa Nova – M. Luís (ENPL, XXII; XLII; XLIII; XLIV; XLV | NCT, 636)
• Diz o Senhor: Ide e ensinai – A. Cartageno (CEC II, p. 219 | ENPL, IX | CN, 373 | BS, p. 132)
• Ide e proclamai – Ar. Oliveira
• Ide por todo o mundo – M. Faria (IC, p. 699 | NRMS, 23 | CN, 535)
• Ide por todo o mundo – M. Luís (CEC I, p. 173 | CN, 537)
• Ide por todo o mundo – A. Cartageno (NCT, 318 | CN, 538)
• Ide por todo o mundo – F. Santos (BML, 97-98 | CN, 534)
• Ide por todo o mundo – J. Santos (CEC I, p. 171-172 | IC, p. 700-701 | NRMS, 59 | CN, 536)
• Ide por todo o mundo – Az. Oliveira (SRAO C, p. 146-147)
• Ide por todo o mundo – M. Luís (SRML, p. 296-297)
• Ide por todo o mundo – M. Carneiro (SRMC C, p. 54-55)
• O Senhor enviou os seus Apóstolos – F. Silva (IC, p.703 | NRMS, 66)
• Proclamai, proclamai entre as nações – A. Cartageno (ENPL, XLV)
[BML] Boletim de Música Litúrgica, Serviço Diocesano de Música Litúrgica, Porto.
[BS] António Cartageno - Bendizei o Senhor, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2021.
[CAC] Pe. Manuel Luís - Cânticos da Assembleia Cristã, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2006.
[CEC I] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 1, 3.ª ed, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2007.
[CEC II] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 2, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 1999.
[CN] Cantoral Nacional para Liturgia, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2019..
[ENPL] Guiões dos Encontros Nacionais de Pastoral Litúrgica, Fátima.
[IAC] Pe. Artur Oliveira - In Aeternum Cantabo, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2021.
[IC] A Igreja Canta, 2.ª ed, Comissão Bracarense de Música Sacra, 2005.
[LHC III] Liturgia das Horas: Edição para Canto, vol. 3, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2012.
[NCT] Novo Cantemos Todos, Editorial Missões, Cucujães,1990.
[NRMS] Nova Revista de Música Sacra, Comissão Bracarense de Música Sacra, Braga.
[OC] Con. Carlos da Silva - Orar Cantando, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2001.
[OCL] Pró-manuscrito , publicado pelo site O Canto na Liturgia.
[RBP] Pe. Miguel Carneiro - Ressuscitou o Bom Pastor, Paulus Editora, Lisboa, 2007.
[SRAO C] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano C, Música Sacra, Braga, 1991.
[SRF IV] Pe. Artur Ribeiro de Oliveira - Salmos Responsoriais Feriais, vol. 4 | Santoral, Comuns e V. S. Maria, Edição de Autor, 2013.
[SRMC C] Pe. Miguel Carneiro - Povo do Senhor, exulta e canta: Salmos Responsoriais – Ano C, Paulus Editora, Lisboa, 2009.
[SRML] Pe. Manuel Luís - Salmos Responsoriais e Aclamações ao Evangelho, Comissão de Liturgia e Música Sacra do Patriarcado de Lisboa, Lisboa, 1997.