22 de Julho | Festa de Santa Maria Madalena
Nota Histórica
Antífona de Entrada
Salmo Responsorial
Apresentação dos Dons
Antífona de Comunhão
Pós Comunhão
Final
Nota Histórica

Maria Madalena é mencionada entre os discípulos de Cristo. Assistiu à sua morte, mereceu ser a primeira a ver o Salvador ressuscitado de entre os mortos e levou aos outros discípulos o anúncio da ressurreição (cf. Mc 16, 9). O seu culto difundiu-se na Igreja ocidental, sobretudo a partir do século XII.

Antífona de Entrada

«Disse o Senhor a Maria Madalena: Vai dizer aos meus irmãos:
Eu subo para meu Pai e vosso Pai, para o meu Deus e vosso Deus.» 
(Cf. Jo 20, 17)

• Vai Maria Madalena – Az. Oliveira (NRMS, 121)

[Outras Sugestões]

• Maria foi anunciar – Ar. Oliveira (IAC, p.311)
• Maria foi anunciar – A. Cartageno (ENPL, XLV)
Leitura I

Em vez desta leitura, pode utilizar-se a que se Ihe segue


Cant 3, 1-4a
«Encontrei aquele que o meu coração ama»

Leitura do Cântico dos Cânticos
Eis o que diz a esposa:
«No meu descanso, durante a noite,
procurei aquele que o meu coração ama;
procurei-o, mas não pude encontrá-lo.
Levantar-me-ei e percorrerei a cidade,
pelas ruas e pelas praças,
procurando aquele que o meu coração ama.
Procurei-o, mas não pude encontrá-lo.
Encontraram-me as sentinelas que rondavam a cidade
e eu perguntei-lhes:
‘Vistes porventura aquele que o meu coração ama?’.
E logo que passei por eles,
encontrei aquele que o meu coração ama».
Palavra do Senhor.


Em vez da leitura precedente, pode utilizar-se a seguinte:

2 Cor 5, 14-17
«Já não conhecemos a Cristo segundo a carne»

Leitura da Segunda Epístola do apóstolo São Paulo aos Coríntios
Irmãos:
O amor de Cristo nos impele,
ao pensarmos que um só morreu por todos
e que todos, portanto, morreram.
Cristo morreu por todos,
para que os vivos deixem de viver para si próprios,
mas vivam para Aquele que morreu e ressuscitou por eles.
Assim, daqui em diante,
já não conhecemos ninguém segundo a carne.
Ainda que tenhamos conhecido a Cristo segundo a carne,
agora já não O conhecemos assim.
Se alguém está em Cristo, é uma nova criatura.
As coisas antigas passaram: tudo foi renovado.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial

Salmo 62 (63), 2.3-4.5-6.8-9 (R. 2b)

Refrão: A minha alma tem sede de Vós, Senhor, meu Deus.

Senhor, sois o meu Deus: desde a aurora Vos procuro.
A minha alma tem sede de Vós.
Por Vós suspiro,
como terra árida, sequiosa, sem água.

Quero contemplar-Vos no santuário,
para ver o vosso poder e a vossa glória.
A vossa graça vale mais que a vida;
por isso os meus lábios hão-de cantar-Vos louvores.

Assim Vos bendirei toda a minha vida
e em vosso louvor levantarei as mãos.
Serei saciado com saborosos manjares
e com vozes de júbilo Vos louvarei.

Porque Vos tornastes o meu refúgio,
exulto à sombra das vossas asas.
Unido a Vós estou, Senhor,
a vossa mão me serve de amparo.

• A minha alma tem sede – F. Silva (CPM)
• A minha alma tem sede de Vós – A. Cartageno (CPE, p. 119 | ENPL, XXXIV | BS, p. 64)
• A minha alma tem sede de Vós – Az. Oliveira (CPE, p. 117 | SRAO A, p. 148-149; p. 168-169 | SRAO C, p. 128-129)
• A minha alma tem sede de Vós – M. Carneiro (SRMC A, p. 122-123; p. 142-143 | SRMC C, p. 104-105)
• A minha alma tem sede de Vós – M. Luís (CPE, p. 118 | SRML, p. 150-155; p. 166-167)
Aclamação ao Evangelho

V/ Diz-nos, Maria: Que viste no caminho?
Vi o sepulcro de Cristo vivo e a glória do Ressuscitado.

Evangelho

Jo 20, 1.11-18
«Mulher, porque choras? A quem procuras?»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
No primeiro dia da semana,
Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro, ao sepulcro
e viu a pedra retirada do sepulcro.
E ficou a chorar junto do sepulcro.
Enquanto chorava, debruçou-se para dentro do sepulcro
e viu dois Anjos vestidos de branco,
sentados, um à cabeceira e outro aos pés,
onde estivera deitado o corpo de Jesus.
Os Anjos perguntaram a Maria:
«Mulher, porque choras?».
Ela respondeu-lhes:
«Porque levaram o meu Senhor
e não sei onde O puseram».
Dito isto, voltou-se para trás
e viu Jesus de pé, sem saber que era Ele.
Disse-lhe Jesus:
«Mulher, porque choras? A quem procuras?».
Pensando que era o jardineiro, ela respondeu-Lhe:
«Senhor, se foste tu que O levaste,
diz-me onde O puseste, para eu O ir buscar».
Disse-lhe Jesus: «Maria!».
Ela voltou-se e respondeu em hebraico:
«Rabuni!», que quer dizer: «Mestre!».
Jesus disse-lhe:
«Não Me detenhas, porque ainda não subi para o Pai.
Vai ter com os meus irmãos
e diz-lhes que vou subir para o meu Pai e vosso Pai,
para o meu Deus e vosso Deus».
Maria Madalena foi anunciar aos discípulos:
«Vi o Senhor».
E contou-lhes o que Ele lhe tinha dito.
Palavra da salvação.

Apresentação dos Dons
• Louvemos os exemplos gloriosos – A. Cartageno (ENPL, XX, XXIII, XXIV, XXV, XXVIII, XXIX, XXX, XXXI, XXXIV, XXXV, XXXVI, XXXIX, XL, XLI, XLII, XLV)
Antífona de Comunhão

«Se amamos a Cristo, não vivamos para nós mesmos,
mas para Aquele que por nós morreu e ressuscitou.»
(Cf. 2Cor 5, 14-15)

• Não vivamos para nós – Az. Oliveira (ENPL, XXXIV | NRMS, 144)
• Se amamos a Cristo - I – Ar. Oliveira (IAC, p.484)
• Se amamos a Cristo - II – Ar. Oliveira (IAC, p.485)

[Outras Sugestões]

• Maria foi anunciar – Ar. Oliveira (IAC, p.311)
• Maria foi anunciar – A. Cartageno (ENPL, XLV)
• Mulher, porque choras? – Ar. Oliveira (IAC, p.319)
Pós Comunhão
• Louvemos os exemplos gloriosos – A. Cartageno (ENPL, XX, XXIII, XXIV, XXV, XXVIII, XXIX, XXX, XXXI, XXXIV, XXXV, XXXVI, XXXIX, XL, XLI, XLII, XLV)
• Mulher, porque choras? – Ar. Oliveira (IAC, p.319)
Final
• Maria foi anunciar – Ar. Oliveira (IAC, p.311)
• Maria foi anunciar – A. Cartageno (ENPL, XLV)
[BS] António Cartageno - Bendizei o Senhor, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2021.
[CPE] Cânticos para as Exéquias, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2008.
[CPM] Pe. José Fernandes da Silva - Cânticos para Missa, Edição do autor.
[ENPL] Guiões dos Encontros Nacionais de Pastoral Litúrgica, Fátima.
[IAC] Pe. Artur Oliveira - In Aeternum Cantabo, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2021.
[NRMS] Nova Revista de Música Sacra, Comissão Bracarense de Música Sacra, Braga.
[SRAO A] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano A, Música Sacra, Braga, 1989.
[SRAO C] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano C, Música Sacra, Braga, 1991.
[SRMC A] Pe. Miguel Carneiro - Eu Vos Louvarei, Senhor: Salmos Responsoriais – Ano A, Paulus Editora, Lisboa, 2008.
[SRMC C] Pe. Miguel Carneiro - Povo do Senhor, exulta e canta: Salmos Responsoriais – Ano C, Paulus Editora, Lisboa, 2009.
[SRML] Pe. Manuel Luís - Salmos Responsoriais e Aclamações ao Evangelho, Comissão de Liturgia e Música Sacra do Patriarcado de Lisboa, Lisboa, 1997.