Domingo I do Advento | Ano A
Antífona de Entrada
Coroa de Advento
Salmo Responsorial
Aclamação ao Evangelho
Apresentação dos Dons
Antífona de Comunhão
Pós-Comunhão
Cântico Final
Missa com Crianças
Antífona de Entrada

(Salmo 24, 1-3)
"Para Vós, Senhor, elevo a minha alma.
Meu Deus, em Vós confio.
Não seja confundido nem de mim escarneçam os inimigos.
Não serão confundidos os que esperam em Vós."

• A Vós elevo a minha alma – F. Fernandes (CEC I, p. 9-10)
• A vós Senhor, elevo a minha alma – F. Santos (BML, 33 | CEC I, p. 33 | CN, 163)
• Meu Deus, em Vós confio – M. Carneiro (GD, p. 8-13)
• Para Vós, Senhor, elevo a minha alma – F. Santos (BML, 153-154)
• Para Vós, Senhor, elevo a minha alma – M. Luís (NCT, 31 | SRML, p. 266)
• Para Vós, Senhor, elevo a minha alma – B. Salgado (IC, p. 95 | NRMS, 4 - I)
• Para Vós, Senhor, elevo a minha alma – Ar. Oliveira (IAC, p. 436)

[Outras Sugestões]

• Eis o nosso Deus – M. Luís (CAC, p. 34-35)
• Exultará a terra deserta – M. Luís (CAC, p. 36-37)
• Maranatha – I. Rodrigues
• Maranatha! Aleluia! – F. Santos (BML, 28 | CEC I, p. 32 | CLS-2ed, 198)
• Maranatha! Vinde, Senhor Jesus – M. Luís (CAC, p. 41 | CN, 604)
• Para Vós, Senhor – M. Luís (CAC, p. 51)
• Senhor, para Vós elevo a minha alma – M. Luís (CAC, p. 60-61)
Coroa de Advento
  • «Trata-se de um suporte normalmente redondo (às vezes, também se vê com forma linear), revestido de ramos vegetais verdes, sobre o qual se colocam quatro velas, e o conjunto situa-se próximo do altar ou do ambão da Palavra. (...) Estas velas vão-se acendendo gradualmente, nas quatro semanas do Advento. (...) No Natal, pode acrescentar-se uma quinta vela, branca, até ao final do Tempo do Natal.» (Dicionário Elementar de Liturgia)
  • «A disposição de quatro velas numa coroa de ramos sempre verdes (...) tornou-se símbolo do Advento nas casas dos cristãos. A coroa de Advento, com o progressivo acender das quatro velas, domingo após domingo, até à solenidade do Natal, é memória das várias etapas da história da salvação antes de Cristo e símbolo da luz profética que, pouco a pouco, iluminava a noite da espera expectante até ao nascimento do Sol de justiça (cf. Ml 3,20; Lc 1,78).» (Directório sobre a Piedade Popular e a Liturgia, n. 98). 

    Sendo costume fazer-se a Coroa do Advento um pouco por todo o País, deixamos algumas sugestões para o momento em que, em cada domingo, se acende a vela da coroa. Na maioria das paróquias é costume acender-se a vela após o cântico de entrada.
• Jesus Cristo, luz das nações – F. Santos (BML, 23)
• Lúmen Christi, Ámen! – S. Vicente, M. D. Duarte (SF)
• Ó luz de eterna formosura – F. Santos (BML, 32 | ENPL, XIV)
• O Senhor vem e não tardará – F. Santos (NCT, p. 25 | CN, 747)
• O Senhor vem e não tardará – M. Luís (CAC, p. 50 | NCT, 26)
• Vinde Jesus – A. Morais (SDLG)
• Vinde, Jesus – J. J. Ribeiro (CLS-2ed, 281)
• Vinde, Senhor (Vinde Jesus, brilhe no mundo) – I. Rodrigues
• Vinde, Senhor, a Igreja Vos espera – M. Luís (IC, p. 107 | NRMS, 4 - I)
Leitura I

Is 2, 1-5 
O Senhor chama todos os povos à paz eterna do reino de Deus 
Isaías é o profeta do Advento. Desde este primeiro dia, ele aponta para o monte elevado, no cimo do qual aparece o Templo do Senhor, lugar simbólico do encontro de Deus com o seu povo no reino de Deus, onde reina a paz perpétua. Anunciam-se, assim, desde já, a última vinda do Senhor e as próximas solenidades da manifestação do Filho de Deus no meio dos homens, para onde nos encaminhamos. Qualquer dessas vindas do Senhor há-de congregar os homens na paz. 

Leitura do Livro de Isaías 
Visão de Isaías, filho de Amós, acerca de Judá e de Jerusalém: Sucederá, nos dias que hão-de vir, que o monte do templo do Senhor se há-de erguer no cimo das montanhas e se elevará no alto das colinas. Ali afluirão todas as nações e muitos povos acorrerão, dizendo: «Vinde, subamos ao monte do Senhor, ao templo do Deus de Jacob. Ele nos ensinará os seus caminhos e nós andaremos pelas suas veredas. De Sião há-de vir a lei e de Jerusalém a palavra do Senhor». Ele será juiz no meio das nações e árbitro de povos sem número. Converterão as espadas em relhas de arado e as lanças em foices. Não levantará a espada nação contra nação, nem mais se hão-de preparar para a guerra. Vinde, ó casa de Jacob, caminhemos à luz do Senhor. 
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial

Salmo 121 (122), 1-2.4-5.6-7.8-9 (R. cf. 1) 

Vamos com alegria 
para a casa do Senhor

Alegrei-me quando me disseram: 
«Vamos para a casa do Senhor». 
Detiveram-se os nossos passos 
às tuas portas, Jerusalém.  

Para lá sobem as tribos, as tribos do Senhor, 
segundo o costume de Israel, 
para celebrar o nome do Senhor; 
ali estão os tribunais da justiça, 
os tribunais da casa de David.  

Pedi a paz para Jerusalém: 
«Vivam seguros quantos te amam. 
Haja paz dentro dos teus muros, 
tranquilidade em teus palácios».  

Por amor de meus irmãos e amigos, 
pedirei a paz para ti. 
Por amor da casa do Senhor, 
pedirei para ti todos os bens. 
 

• Iremos com alegria – M. Borda (IC, p. 457 | NRMS, 43)
• Iremos com alegria para a casa do Senhor – M. Luís (SRML, p. 330-331 | CN, 541)
• Óh! Que alegria quando me disseram – M. Faria (IC, p.514 | NRMS, 17, 67)
• Que alegria quando me disseram – F. Santos (BML, 38 | LS-A, p. 11)
• Que alegria quando me disseram – M. Luís (SRML, p. 16-17 | LS-A, p. 12)
• Vamos com alegria – C. Silva (CAC, p. 261 | LS-C, p. 268)
• Vamos com alegria – Ar. Oliveira (IAC, p. 556 | LS-C, p. 266)
• Vamos com alegria para a casa do Senhor – Az. Oliveira (SRAO A, p. 10-11 | CSS, A-10)
• Vamos com alegria para a casa do Senhor – M. Simões (IC, p. 870 | NRMS, 49)
• Vamos com alegria para a casa do Senhor – P. Cruz (LS-C, p. 269 | LS-A, p. 10)
Leitura II

Rom 13, 11-14 
Está perto a salvação 
É preciso conservar sempre a consciência de que o Senhor vem, de que a sua vinda está agora mais perto ainda do que no momento em que, pelo baptismo, entramos na comunidade do povo de Deus. Cada ano nos leva mais ao encontro do Senhor que vem. Foram as palavras da segunda parte desta leitura que decidiram S. Agostinho a dar o passo decisivo da sua conversão (Confiss. 8,12). 

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos 
Irmãos: Vós sabeis em que tempo estamos: Chegou a hora de nos levantarmos do sono, porque a salvação está agora mais perto de nós do que quando abraçámos a fé. A noite vai adiantada e o dia está próximo. Abandonemos as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz. Andemos dignamente, como em pleno dia, evitando comezainas e excessos de bebida, as devassidões e libertinagens, as discórdias e ciúmes; não vos preocupeis com a natureza carnal para satisfazer os seus apetites, mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo. 
Palavra do Senhor.

Aclamação ao Evangelho

Salmo 84, 8 
Mostrai-nos, Senhor, a vossa misericórdia 
e dai-nos a vossa salvação. 

Evangelho

Mt 24, 37-44 
Vigiai, para que estejais preparados 

Com o Advento, começa a organização do ciclo anual das leituras e, de maneira geral, de toda a liturgia. O evangelista donde são tiradas, ao domingo, as leituras, ao longo deste ano, não havendo razões especiais em contrário, é S. Mateus. Sublinha ele de modo muito especial, que Jesus é o Messias, Aquele que realiza em Si tudo o que estava predito a seu respeito no Antigo Testamento. Assim, ele nos aponta hoje aquela atitude fundamental do cristão, sobretudo no Advento, que tanto faltou a muitos dos homens de antes de Cristo: a vigilância, própria de quem está à espera para dar acolhimento

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus 
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Como aconteceu nos dias de Noé, assim sucederá na vinda do Filho do homem. Nos dias que precederam o dilúvio, comiam e bebiam, casavam e davam em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca; e não deram por nada, até que veio o dilúvio, que a todos levou. Assim será também na vinda do Filho do homem. Então, de dois que estiverem no campo, um será tomado e outro deixado; de duas mulheres que estiverem a moer com a mó, uma será tomada e outra deixada. Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia virá o vosso Senhor. Compreendei isto: se o dono da casa soubesse a que horas da noite viria o ladrão, estaria vigilante e não deixaria arrombar a sua casa. Por isso, estai vós também preparados, porque na hora em que menos pensais, virá o Filho do homem. 
Palavra da salvação. 

Apresentação dos Dons
• Jesus, esperança e guia – F. Santos (BML, 38)
• Erguei-vos que vem o Senhor – F. Silva (IC, p. 76 | NRMS, 39)
• Erguei-vos que vem o Senhor – J. Geada
• Sabedoria infinita – F. Santos (BML, 43 | CP I, p. 12 | LHC II, p. 17 | NCT, 446)
• Sabedoria infinita – M. Luís (LHC II, p. 16-17 | CN, 868)
• Senhor poderoso [ Abre, claro Céu] – M. Luís (LHC II, p. 24 | HL, p. 28-29)
Antífona de Comunhão

(Salmo 84, 13)
"O Senhor nos dará todos os bens
e a nossa terra produzirá o seu fruto." 

• Deus abençoou a nossa terra – M. Luís (CAC, p. 31 | IC, p. 74-75 | NRMS, NRMS 4-I | CN, 350)
• Mostrai-nos, Senhor, a Vossa bondade – M. Luís (CAC, p. 44-45)
• O Senhor nos dará a felicidade – F. Santos (BML, 43 | CEC I, p. 12-13 | CN, 738)
• O Senhor nos dará todos os bens – Ar. Oliveira (IAC, p. 398)
• O Senhor nos dará todos os bens – M. Carneiro (GD, p. 14-16)

[Outras Sugestões]

• Estai preparados – F. Santos (CEC I, p. 11 | ENPL, XIX | CN, 428)
• Estai preparados – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 6-7 | CN, 427 | CLS-2ed, 153)
• Estai preparados – Az. Oliveira (NRMS, 128)
• Vigiai e orai – F. Santos (CP II, p. 374)
Pós-Comunhão
• Erguei-vos que vem o Senhor – F. Silva (IC, p. 76 | NRMS, 39)
• Erguei-vos que vem o Senhor – J. Geada
• O Senhor vem e não tardará – F. Santos (NCT, p. 25 | CN, 747)
• O Senhor vem e não tardará – M. Luís (CAC, p. 50 | NCT, 26)
• Vigiai e orai – F. Santos (CP II, p. 374)
Cântico Final
• Ave, Senhora do Advento – Az. Oliveira (IC, p. 69 | NRMS, 95-96)
• Maria, fonte da esperança – M. Luís (CAC, p. 43 | NCT, 53)
• O Senhor vem e não tardará – F. Santos (NCT, p. 25 | CN, 747)
• O Senhor vem e não tardará – M. Luís (CAC, p. 50 | NCT, 26)
• Vinde, vinde, não tardeis – M. Luís (CAC, p. 73 | CEC I, p. 34 | NCT, 43 | CN, 1013)
• Vinde! Vinde Jesus – J. A. Nunes (OCL)

Sugere-se, particularmente para o Final, o uso da Antífona Mariana do Tempo de Advento:

• Alma Redemptoris Mater – C. Gregroriano (NCT, 58 | CN, 204)
• Santa Mãe do Redentor – F. Santos (BML, 75-76)
Missa com Crianças
  • Nota Introdutória
    «As crianças são muito mais inteligentes do que às vezes as fazemos. Se iniciadas progressivamente, elas podem cantar muito bem todo o repertório dito dos adultos, incluindo o canto gregoriano e a polifonia clássica.», (in As Crianças louvam o Senhor, SNL)

        Para que as nossas crianças possam saborear o melhor da música em cada eucaristia que participam, deixando-se envolver pela beleza da música que dá vida às palavras e de cada texto de onde brota cada melodia, apresentaremos em cada domingo, a partir deste Domingo I do Advento um conjunto de sugestões que ajudarão os coros infantis, juvenis e de catequese na escolha dos seus programas dominicais.

        As escolhas terão como base a 2ª edição de “As Crianças louvam o Senhor” (CLS) publicado Secretariado Nacional de Liturgia (SNL)  e em outros tantos cânticos escritos para missas com crianças dispersos pela Nova Revista de Música Sacra (NRMS), Boletim de Música Sacra (BML) e várias outras publicações, e ainda alguns outros cânticos cuja forma de composição e de escrita nos parecem exequíveis por crianças, apresentamos uma sugestão de cânticos para cada domingo. Por vezes serão sugeridos alguns cânticos que podem ser considerados mais “genéricos”, mas ainda assim dentro do espírito da liturgia do respetivo domingo.
  • Antífona de Entrada
• Maranatha! Aleluia! – F. Santos (BML, 28 | CEC I, p. 32 | CLS-2ed, 198)
• Vinde! Vinde Jesus – J. A. Nunes (OCL)
  • Coroa do Advento
• Lúmen Christi, Ámen! – S. Vicente, M. D. Duarte (SF)
• Vinde, Jesus – J. J. Ribeiro (CLS-2ed, 281)
  • Apresentação dos Dons
• Desce o orvalho – Pop. Francesa
• Não demoreis, ó Salvador do mundo – J. J. Ribeiro (CLS-2ed, 202 | OCL)
  • Comunhão
• Estai preparados – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 6-7 | CN, 427 | CLS-2ed, 153)
• Estai preparados – Az. Oliveira (NRMS, 128)
  • Pós-Comunhão
• Erguei-vos que vem o Senhor – F. Silva (IC, p. 76 | NRMS, 39)
• Vinde, Senhor Jesus – F. Santos (BML, 58-59 | NCT, 49 | CLS-2ed, 283)
  • Final
• Ave, Senhora do Advento – Az. Oliveira (IC, p. 69 | NRMS, 95-96)
• No fim dos tempos – J. P. Martins
[BML] Boletim de Música Litúrgica, Serviço Diocesano de Música Litúrgica, Porto.
[CAC] Pe. Manuel Luís - Cânticos da Assembleia Cristã, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2006.
[CEC I] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 1, 3.ª ed, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2007.
[CLS-2ed] As Crianças Louvam o Senhor, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2020.
[CN] Cantoral Nacional para Liturgia, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2019..
[CP I] Con. António Ferreira dos Santos - Canto Perene, vol. 1, Secretariado Diocesano de Liturgia, Porto, 2003.
[CP II] Con. António Ferreira dos Santos - Canto Perene, vol. 2, Secretariado Diocesano de Liturgia, Porto, 2003.
[CSS] Pe. António Azevedo de Oliveira - Cantai Salmos ao Senhor - Salmos Responsoriais, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2019..
[ELC] Vitor Pereira (arranjos de José Joaquim Ribeiro) - Esta Luz de Cristo, Cânticos para a Liturgia, Paulinas Editora.
[ENPL] Guiões dos Encontros Nacionais de Pastoral Litúrgica, Fátima.
[GD] Pe. Miguel Carneiro - Glória a Deus, Paulus Editora, Lisboa, 2006.
[HL] Pe. Manuel Luís - Hinos para a Liturgia - I, Paróquia de Nossa Senhora das Mercês, Lisboa, 1979.
[IAC] Pe. Artur Oliveira - In Aeternum Cantabo, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2021.
[IC] A Igreja Canta, 2.ª ed, Comissão Bracarense de Música Sacra, 2005.
[LHC II] Liturgia das Horas: Edição para Canto, vol. 2, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2003.
[LS-A] Secretariado Nacional de Liturgia - Livro do Salmista - Ano C, Fátima, 2022.
[LS-C] Livro do Salmista - Ano C, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2021.
[NCT] Novo Cantemos Todos, Editorial Missões, Cucujães,1990.
[NRMS] Nova Revista de Música Sacra, Comissão Bracarense de Música Sacra, Braga.
[OCL] Pró-manuscrito , publicado pelo site O Canto na Liturgia.
[SDLG] Secretariado Diocesano de Liturgia da Guarda, -.
[SDLP] Secretariado Diocesano de Liturgia do Porto, .
[SF] Obras inéditas compostas para o Santuário de Fátima - Santuário de Fátima, -.
[SRAO A] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano A, Música Sacra, Braga, 1989.
[SRML] Pe. Manuel Luís - Salmos Responsoriais e Aclamações ao Evangelho, Comissão de Liturgia e Música Sacra do Patriarcado de Lisboa, Lisboa, 1997.