Solenidade de Pentecostes | Missa da Vigília
Início da Celebração
Salmos responsoriais
Aclamação ao Evangelho
Apresentação dos dons
Antífona de Comunhão
Pós-Comunhão
Cântico Final
Nota introdutória

O Tempo Pascal é a festa prolongada durante sete semanas até se concluir com a repetição do Primeiro Dia, o dia da Ressurreição, no domingo de Pentecostes. Ele é a verdadeira oitava pascal – oitava de domingos – e todo ele um único Grande Domingo, como se exprime S. Atanásio († 373; Ep. fest. 1).
(Cónego José Ferreira in Os Mistérios de Cristo na Liturgia)

O Domingo de Páscoa, a Festa da Ascensão do Senhor ou o Domingo do Pentecostes, esclarece o Cónego José Ferreira, não são festas independentes, mas etapas de uma grande e única festa que se vive em todo o Tempo Pascal. Explicando o desaparecimento da Oitava de Pentecostes com a Reforma litúrgica, justifica J. Ferreira, que, na verdade, “é ele [o Pentecostes] que é a oitava – o oitavo domingo da Páscoa – ou, talvez melhor, o encerramento da grande oitava, no fim das sete semanas do Tempo Pascal.” Acrescenta ainda que na Reforma Litúrgica se eliminou a grande vigília desta Solenidade, ressalvando, porém, que “se por vigília entendermos a celebração noturna da festa, como agora acontece na Vigília Pascal, então também o Domingo de Pentecostes pode ser celebrado em vigília, durante a noite, à maneira do Domingo da Ressurreição, e para isso o Missal e o Leccionário trazem os formulários adequados.”

O Missal apresenta assim para a Vigília da Solenidade de Pentecostes:
 

MISSA DA VIGÍLIA [FORMA BREVE] – Para a Forma Breve da Missa da Vigília, a celebrar na véspera da Solenidade de Pentecostes, o Missal Romano, apresenta um formulário que segue o esquema normal da missa, porém com prefácio próprio.

MISSA DA VIGÍLIA [FORMA LONGA] – Para a Forma Longa da Missa da Vigília, a celebrar na véspera da Solenidade de Pentecostes, o Missal Romano, prevê uma forma de celebração mais complexa. Os primeiros momentos da celebração poderão acontecer de duas formas:

  1. Celebração da Eucaristia com a oração de Vésperas I - A celebração inicia ou com o Hino das Vésperas, ou com a Antífona de Entrada (como a da forma breve), suprimindo o ato penitencial, cantado no seu lugar a salmodia das Vésperas. Depois da salmodia, a celebração prossegue com oração colecta e a Liturgia da Palavra.
  2. Celebração da Eucaristia sem a oração de Vésperas I - A celebração inicia de forma normal, com a Antífona de Entrada, havendo, porém, após o Kyrie uma oração, a que se segue logo a Liturgia da Palavra.

A Liturgia da Palavra, na Forma longa da Missa da Vigília, ao jeito da Vigília Pascal, é constituída por 4 leituras do Antigo Testamento e duas do Novo Testamento. Após a 4ª leitura, canta-se o Glória. Após a 5ª leitura, canta-se a Aclamação ao Evangelho que é proclamado em seguida.

(Missal Romano (pp. 383-391))
 

Início da Celebração

FORMA BREVE DA MISSA DA VIGÍLIA

"O amor de Deus foi derramado em nossos corações
pelo Espírito Santo que habita em nós. Aleluia."
(cf. Actos 1, 11)

• O amor de Deus foi derramado – D. Faustino (OCL)
• O amor de Deus foi derramado – F. Santos (BML, 86-88)
• O amor de Deus foi derramado – F. Valente (Libellus, 3)
• O amor de Deus foi derramado – M. Carneiro (RBP, p. 191-193)
• O amor de Deus foi derramado – M. Carvalho (IC, p. 337-338 | NRMS, 82-83)
• O amor de Deus foi derramado – P. Cruz (CN, 668)
• O amor de Deus foi difundido – F. Santos (BML, 84-85)

[Outras sugestões]

• Abri os corações – J. Santos (IC, p. 331 | NRMS, 35)
• Derramarei sobre vós água pura – M. Simões (IC, p. 334-335 | NRMS, 58)
• Derramarei sobre vós água pura – F. Santos (BML, 84-85)
• O Espírito do Senhor – A. Morais (SDLG)
• O Espírito do Senhor – Az. Oliveira (NRMS, 145)
• O Espírito do Senhor – J. Santos (NRMS, 133)
• O Espírito do Senhor – M. Luís (CAC, p. 284-285 | CEC I, p. 166 | NCT, 377)
• O Espírito do Senhor – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 36-37)
• O Espírito do Senhor I – M. Simões (CEC I, p. 164-165 | IC, p. 339-340 | NRMS, 9)
• O Espírito do Senhor II – M. Simões (SC II, p. 14-15)
• O Pai vos enviará o Espírito Santo – F. Silva (IC, p. 341 | NRMS, 58)
• Pelo Espírito Santo – Az. Oliveira (ENPL, XXIV | NRMS, 133)
• Pelo Espírito Santo – Az. Oliveira (CEC I, p. 167-168 | ENPL, p. 48-51)
• Vinde, Espírito Divino – M. Borda (IC, p. 346-347 | NRMS, 35)

 

FORMA LONGA DA MISSA DA VIGÍLIA

 

Se se celebra com a Oração das Vésperas I, o Missal Romano propõe 2 possibilidades para a entrada: 

I – Versículo Introdutório e Hino – Tal como numa vulgar Oração de Vésperas, o órgão soará até o presidente se encontrar na presidência, e, daí, este entoa o versículo introdutório “Deus vinde em nosso auxílio”, seguindo-se o Hino Veni Creator Spiritus ou Vem, criador Espírito de Deus. Omite-se por isso a Saudação Inicial e o Ato Penitencial (Missal Romano p. 384 | IGLH números 94 e 97) 

Versículo Introdutório:

• Deus vinde em nosso auxílio – Az. Oliveira (LHC I, p. 8 | LHC II, p. 10 | LHC III, p. 10)
• Deus vinde em nosso auxílio – M. Luís (LHC I, p. 9 | LHC II, p. 10 | LHC III, p. 10)
• Deus vinde em nosso auxílio – F. Silva (ENPL, XIV | NCT, 485)
• Deus vinde em nosso auxílio – M. Faria (LHC I, p. 8 | LHC II, p. 10 | LHC III, p. 10)
• Deus vinde em nosso auxílio - I – F. Santos (CP I, p. 30 | CP II, p. 26 | LHC III, p. 11)
• Deus vinde em nosso auxílio - II – F. Santos (CP I, p. 11)
• Deus vinde em nosso auxílio - III – F. Santos (CP I, p. 119)
• Deus vinde em nosso auxílio - IV – F. Santos (CP I, p. 145)
• Deus vinde em nosso auxílio - IX – F. Santos (CP III, p. 48)
• Deus vinde em nosso auxílio - V – F. Santos (CP I, p. 243)
• Deus vinde em nosso auxílio - VI – F. Santos (CP I, p. 388)
• Deus vinde em nosso auxílio - VII – F. Santos (CP II, p. 11)
• Deus vinde em nosso auxílio - VIII – F. Santos (CP III, p. 11)
• Deus vinde em nosso auxílio - X – F. Santos (CP III, p. 57)
• Deus vinde em nosso auxílio - XI – F. Santos (CP III, p. 103)
• Deus vinde em nosso auxílio - XII – F. Santos (ENPL, XLIII)

Hino:

• Vem criador Espírito de Deus - I – F. Santos (CP I, p. 540)
• Vem criador Espírito de Deus - II – F. Santos (LHC II, p. 92 | NCT, 541)
• Veni Creator Spiritus – C. Gregroriano (CN, 991)
• Veni, Creator Spiritus – C. Silva (OC, p. 264-265 | OC_2, p. 301-302)

II – Antífona de Entrada e Saudação Inicial – Mesmo se se rezam as Vésperas I ou se não se rezam as Vésperas I, canta-se a Antífona de Entrada enquanto se realiza a procissão de entrada. Para sugestão de cânticos para a Antífona de Entrada, ver acima, a proposta para Forma Breve da Missa da Vigília. Chegado à presidência, o presidente profere a habitual saudação inicial. Omite-se, porém, o Ato Penitencial. (Missal Romano p. 385)


VÉSPERAS I | HINO E SALMODIA


Omitindo-se o Ato Penitencial, canta-se, em seu lugar, o Hino e a Salmodia das Vésperas I. Se o Hino já se cantou, tal como descrito acima, segue-se para Salmodia. Se se optou pelo canto Antífona de Entrada como forma de início da celebração, canta-se o Hino aqui, seguindo-se a Salmodia. Terminada esta, a celebração prossegue com a Oração e a Liturgia da Palavra, tal como no Missal Romano (p.385). A salmodia é composta pelas Antífonas e respectivos cânticos ou salmos:

 

  • Antífona I – Quando chegou o dia de Pentecostes, os Apóstolos estavam todos reunidos no mesmo lugar. Aleluia. (com o Salmo 112 (113))
• Quando chegou o dia de Pentecostes - I – F. Santos (CP I, p. 541-542)
• Quando chegou o dia de Pentecostes - II – F. Santos (LHC II, p. 668 | NCT, 546)
  • Antífona II – Apareceram línguas de fogo sobre os Apóstolos, e desceu sobre cada um deles o Espírito Santo. Aleluia. (com o Salmo 146 (147 A))
• Apareceram línguas de fogo - I – F. Santos (CP I, p. 543-544)
• Apareceram línguas de fogo - II – F. Santos (LHC II, p. 669 | NCT, 544)
  • Antífona III – O Espírito, que procede do Pai, Me glorificará. Aleluia. (com o cântico de Ap 15, 3-4)
• O Espírito que procede do Pai – M. Luís (CAC, p. 286-287 | NCT, 196)
• O Espírito, que procede do Pai - I – F. Santos (CP I, p. 541-542)
• O Espírito, que procede do Pai - II – F. Santos (LHC II, p. 670)
Salmos responsoriais

FORMA BREVE DA MISSA DA VIGÍLIA

"Enviai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a face da terra."
(Salmo 103 (104), 1ab e 24ac.29bc-30.31.34 (R. 30))

• Enviai, Senhor, o vosso Espírito – M. Luís (SRML, p. 60-61, 98-99, 102-103)
• Mandai, Senhor o vosso Espírito – Az. Oliveira (SRAO A, p. 100-101 | SRAO B, p. 100-101 | SRAO C, p. 100-101)
• Mandai, Senhor, o vosso Espírito – M. Luís (SRML, p. 100-101)

Para o mesmo salmo, musicado por outros autores, ver Missa do Dia. Os versículos salmódicos diferem.

FORMA LONGA DA MISSA DA VIGÍLIA

 

DEPOIS DA LEITURA I
Feliz o povo que o Senhor escolheu para sua herança. 
(Sl 32)

• Feliz o povo que o Senhor escolheu – Az. Oliveira (SRAO B, p. 174)
• Feliz o povo que o Senhor escolheu – C. Silva (OC, p. 117)
• Feliz o povo que o Senhor escolheu – M. Luís (SRML, p. 260-261)
• Feliz o povo que o Senhor escolheu – M. Carneiro (PDA, p. 36-37 | SRMC B, p. 80)


DEPOIS DA LEITURA II
Digno de louvor e de glória para sempre. 
(Dan 3)

• Digno de louvor e de glória – Az. Oliveira (SRAO A, p. 174-175)
• Digno de louvor e de glória – F. Santos (BML, 42)
• Digno de louvor e de glória – M. Carneiro (SRMC A, p. 78-79)
• Digno de louvor e de glória – M. Luís (SRML, p. 174-175)
• Digno é o Senhor – F. Santos


DEPOIS DA LEITURA III
Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor. 
(Sl 106)

• Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor – M. Luís (IC, p. 400 | NRMS, 37 | SRML, p. 222)
• Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor – Az. Oliveira (SRAO B, p. 128-129)
• Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor – M. Carneiro (SRMC B, p. 104-105)


DEPOIS DA LEITURA IV
Enviai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a face da terra. 
(Sl 103)

• Enviai, Senhor, o vosso Espírito – M. Luís (SRML, p. 60-61, 98-99, 102-103)
• Mandai, Senhor o vosso Espírito – Az. Oliveira (SRAO A, p. 100-101 | SRAO B, p. 100-101 | SRAO C, p. 100-101)
• Mandai, Senhor, o vosso Espírito – M. Luís (SRML, p. 100-101)
Aclamação ao Evangelho

V/ Vinde, Espírito Santo, 
enchei os corações dos vossos fiéis 
e acendei neles o fogo do vosso amor.
 

• Aleluia | Vinde Espírito Santo – F. Santos (ENPL, XXXIV)
• Aleluia | Vinde Espírito Santo – F. Silva, N. Queirós
• Aleluia | Vinde Espírito Santo - II – F. Santos (BML, 36 | NCT, 188)
Apresentação dos dons
• Como o Pai Me enviou – A. Cartageno (OCL)
• Divino Espírito Santo – M. Faria (IC, p. 335-336 | NRMS, 35)
• Enchei-vos do Espírito Santo – Az. Oliveira (NRMS, 133)
• Enviai, Senhor, o vosso Espírito – Az. Oliveira (IC, p. 856-857 | NRMS, 82-83)
• Enviai, Senhor, o vosso Espírito – C. Silva (CEC I, p. 173-174 | ENPL, XXIV; XXXVI | OC, p. 90-91)
• Enviai, Senhor, o vosso Espírito – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 38-39)
• Espírito Criador – F. Santos (BML, 6 | NCT, 179)
• O Espírito de Deus enche o universo – M. Simões (IC, p. 338-339 | NRMS, 58)
• Ó Espírito Santo – M. Simões (IC, p. 340-341 | NRMS, 35)
• O Pai vos enviará o Espírito Santo – F. Silva (IC, p. 341 | NRMS, 58)
• Somos testemunhas do mundo novo – J. Santos (IC, p. 343 | NRMS, 82-83)
• Vem, ó Espírito Santo – J. Santos (IC, p. 345-346 | NRMS, 58)
• Veni Creator Spiritus – C. Gregroriano (CN, 991)
• Veni Sancte Spiritus – C. Silva (ENPL, XXIV | OC, p. 265-266)
• Veni Sancte Spiritus – C. Gregroriano
• Veni, Creator Spiritus – C. Silva (OC, p. 264-265 | OC_2, p. 301-302)
• Vinde, Espírito Divino – M. Simões, Popular (OCL)
• Vinde, Espírito Divino – M. Borda (IC, p. 346-347 | NRMS, 35)
• Vinde, Espírito Divino – J. Santos (NRMS, 133)
• Vinde, Espírito Divino – M. Luís (CAC, p. 295 | ENPL, XXIV)
• Vinde, Espírito Santo – M. Luís (CAC, p. 296-297)
• Vinde, ó Santo Espírito – M. Carneiro (OCL)
• Vinde, ó Santo Espírito – M. Faria (IC, p. 347-348 | NRMS, 2)
• Vinde, ó Santo Espírito – J. A. Nunes (OCL)
• Vinde, ó Santo Espírito – F. Santos (BML, 84)
• Vinde, ó Santo Espírito – J. Geada (SDLG)
• Vinde, único Amor verdadeiro – A. Cartageno (NRMS, 134)
Antífona de Comunhão

"No último dia da festa, Jesus exclamava em alta voz:
Se alguém tem sede, venha a Mim e beba. Aleluia."
(Jo 7, 37)

• No último dia da festa – F. Silva (BML, 86-87 | CEC I, p. 161-63)
• No último dia da festa – P. Araújo (OCL)
• Se alguém tem sede – M. Carneiro (IC, p. 342 | NRMS, 82-83)

[Outras Sugestões]

• Alegrai-vos no Senhor – F. Silva (IC, p. 332 | NRMS, 58)
• Alegrai-vos no Senhor – F. Santos (BML, 84-85)
• Como é suave, Senhor – M. Luís (IC, p. 416 | NCT, 384 | NRMS, 36)
• Como o Pai Me enviou – A. Cartageno (OCL)
• Confirmai, Senhor – M. Simões (IC, p. 334 | NRMS, 82-83)
• Da vossa santa morada – F. Santos (BML, 128-129 | CEC I, p. 172-173 | ENPL, XXIV)
Pós-Comunhão

VÉSPERAS I | CÂNTICO EVANGÉLICO
FORMA LONGA DA MISSA DA VIGÍLIA 


Se se celebram as Vésperas I, no Pós Comunhão canta-se o Cântico Evangélico respectivo, com a antífona «Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor, Vós que congregastes os povos de todas as línguas na confissão duma só fé. Aleluia.» e com o texto do Magnificat.

• Vinde, Espírito Santo, enchei os corações - I – F. Santos (CP I, p. 547)
• Vinde, Espírito Santo, enchei os corações - II – F. Santos (LHC II, p. 671 | NCT, 547)

[Se não se celebram as Vésperas I]

• Abri os corações – J. Santos (IC, p. 331 | NRMS, 35)
• Como é suave, Senhor – M. Luís (IC, p. 416 | NCT, 384 | NRMS, 36)
• Como o Pai Me enviou – A. Cartageno (OCL)
• Confirmai, Senhor – M. Simões (IC, p. 334 | NRMS, 82-83)
• Da vossa santa morada – F. Santos (BML, 128-129 | CEC I, p. 172-173 | ENPL, XXIV)
• Divino Espírito Santo – M. Faria (IC, p. 335-336 | NRMS, 35)
• Enchei-vos do Espírito Santo – Az. Oliveira (NRMS, 133)
• Enviai sobre nós, senhor – A. Mendes (CEC I, p. 175)
• Enviai, Senhor, o vosso Espírito – C. Silva (CEC I, p. 173-174 | ENPL, XXIV; XXXVI | OC, p. 90-91)
• Enviai, Senhor, o vosso Espírito – V. Pereira, J. J. Ribeiro (ELC, p. 38-39)
• Espírito Criador – F. Santos (BML, 6 | NCT, 179)
• Espírito Santo de Deus – M. Luís (CAC, p. 268)
• Espírito Santo, Consolador – M. Carneiro (NRMS, 133)
• O amor de Deus repousa em mim – M. Luís (CAC, p. 439-440)
• O Espírito de Deus enche o universo – M. Simões (IC, p. 338-339 | NRMS, 58)
• O Espírito do Senhor está sobre Mim – J. Geada (SDLG)
• O Espírito do Senhor está sobre Mim – M. Luís (CEC II, p. 22-23 | ENPL, VI | NCT, 397)
• O Espírito Santo – F. Santos (BML, 130-131)
• Ó Espírito Santo – M. Simões (IC, p. 340-341 | NRMS, 35)
• Vem, ó Espírito Santo – J. Santos (IC, p. 345-346 | NRMS, 58)
• Veni, Creator Spiritus – C. Silva (OC, p. 264-265 | OC_2, p. 301-302)
• Vinde, Espírito Divino – M. Luís (CAC, p. 295 | ENPL, XXIV)
• Vinde, Espírito Divino – M. Borda (IC, p. 346-347 | NRMS, 35)
• Vinde, Espírito Divino – M. Simões, Popular (OCL)
• Vinde, Espírito Divino – J. Santos (NRMS, 133)
• Vinde, único Amor verdadeiro – A. Cartageno (NRMS, 134)
Cântico Final
• Como o Pai Me enviou – A. Cartageno (OCL)
• Espírito Santo de Deus – M. Luís (CAC, p. 268)
• Espírito Santo, Consolador – M. Carneiro (NRMS, 133)
• Nós somos a Igreja – A. Cartageno (NRMS, 133)
• O Espírito de Deus enche o universo – M. Simões (IC, p. 338-339 | NRMS, 58)
• Somos testemunhas do mundo novo – J. Santos (IC, p. 343 | NRMS, 82-83)
• Vamos proclamar pelo mundo inteiro – F. Silva (IC, p. 344-345 | NRMS, 82-83)
[BML] Boletim de Música Litúrgica, Serviço Diocesano de Música Litúrgica, Porto.
[CAC] Pe. Manuel Luís - Cânticos da Assembleia Cristã, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2006.
[CEC I] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 1, 3.ª ed, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2007.
[CEC II] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 2, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 1999.
[CN] Cantoral Nacional para Liturgia, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2019..
[CP I] Con. António Ferreira dos Santos - Canto Perene, vol. 1, Secretariado Diocesano de Liturgia, Porto, 2003.
[CP II] Con. António Ferreira dos Santos - Canto Perene, vol. 2, Secretariado Diocesano de Liturgia, Porto, 2003.
[CP III] Con. António Ferreira dos Santos - Canto Perene, vol. 3, Secretariado Diocesano de Liturgia, Porto, 2003.
[CPM] Pe. José Fernandes da Silva - Cânticos para Missa, Edição do autor.
[ELC] Vitor Pereira (arranjos de José Joaquim Ribeiro) - Esta Luz de Cristo, Cânticos para a Liturgia, Paulinas Editora.
[ENPL] Guiões dos Encontros Nacionais de Pastoral Litúrgica, Fátima.
[IC] A Igreja Canta, 2.ª ed, Comissão Bracarense de Música Sacra, 2005.
[LHC I] Liturgia das Horas: Edição para Canto, vol. 1, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 1997.
[LHC II] Liturgia das Horas: Edição para Canto, vol. 2, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2003.
[LHC III] Liturgia das Horas: Edição para Canto, vol. 3, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2012.
[Libellus] Libellus - Revista de Música Sacra, Libellus Usualis - Divulgação de Música Sacra.
[NCT] Novo Cantemos Todos, Editorial Missões, Cucujães,1990.
[NRMS] Nova Revista de Música Sacra, Comissão Bracarense de Música Sacra, Braga.
[OC] Con. Carlos da Silva - Orar Cantando, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2001.
[OC_2] Con. Carlos Silva - Ora Cantando, 2ª edição, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2014.
[OCL] Pró-manuscrito , publicado pelo site O Canto na Liturgia.
[PDA] Pe. Miguel Carneiro - O Povo de Deus te aclama: Cânticos marianos para a liturgia, Paulus Editora, Lisboa, 2007.
[RBP] Pe. Miguel Carneiro - Ressuscitou o Bom Pastor, Paulus Editora, Lisboa, 2007.
[SC II] Pe. Manuel Simões - Salmos e Cânticos, vol. 2, Instituto Nun’Alvres, Caldas da Saúde, 1971.
[SDLG] Secretariado Diocesano de Liturgia da Guarda, -.
[SRAO A] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano A, Música Sacra, Braga, 1989.
[SRAO B] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano B, Música Sacra, Braga, 1990.
[SRAO C] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano C, Música Sacra, Braga, 1991.
[SRMC A] Pe. Miguel Carneiro - Eu Vos Louvarei, Senhor: Salmos Responsoriais – Ano A, Paulus Editora, Lisboa, 2008.
[SRMC B] Pe. Miguel Carneiro - Deus fez maravilhas: Salmos Responsoriais – Ano B, Paulus Editora, Lisboa, 2008.
[SRML] Pe. Manuel Luís - Salmos Responsoriais e Aclamações ao Evangelho, Comissão de Liturgia e Música Sacra do Patriarcado de Lisboa, Lisboa, 1997.