Domingo XII do Tempo Comum | Ano B
Antífona de Entrada
Salmo Responsorial
Apresentação dos Dons
Antífona de Comunhão
Pós Comunhão
Final
Antífona de Entrada

"O Senhor é a força do seu povo, 
o baluarte salvador do seu Ungido. 
Salvai o vosso povo, Senhor, abençoai a vossa herança, 
sede o seu pastor e guia através dos tempos."
(Salmo 27, 8-9)

• O Senhor é a força do seu povo – F. Silva (IC, p. 506 | NRMS, 106)
• O Senhor é a força do seu povo – F. Santos (BML, 101)
• O Senhor é a força do seu povo – Ar. Oliveira (IAC, p. 369)
• Salvai, Senhor, vosso povo – J. Santos (CEC II, p. 57 | IC, p. 548 | NRMS, 90-91 | CN, 878)

[Outras Sugestões]

• Deus vive na sua morada santa – F. Santos (BML, 47 | CEC II, p. 83-85 | IC, p. 427-428 | NCT, 216 | NRMS, 38)
• Levanto os meus olhos para os montes – J. Santos (CCM, p. 26 | NRMS, 70)
• Meu Senhor, eu Vos amo – J. Santos (CEC II, p. 45-46 | IC, p. 477 | NRMS, 90-91)
• Meu Senhor, eu Vos amo – A. Cartageno (CEC II, p. 46-47)
• O Senhor salvou-me – C. Silva (OC, p. 220 | CN, 745)
• O Senhor veio em meu auxílio – Az. Oliveira (CEC II, p. 43-45 | NRMS, 60)
• O Senhor veio em meu auxílio – F. Valente (BML, 141-142)
Leitura I

Job 38, 1.8-11 
«Aqui se quebrará a altivez das tuas vagas» 
As forças da natureza deslumbram, por vezes, o homem, e frequentemente o dominam e até o aterrorizam. Mas, se ele as contemplar com serenidade e humildade, pode reconhecer nelas o poder de Deus e a sua grandeza. Deus a isso nos convida, como um dia o fez a Job, convidando-o a reconhecer o Criador ao olhar para as suas criaturas, o mar em particular, que hoje no Evangelho vai deixar também maravilhados os discípulos de Jesus. 

Leitura do Livro de Job 
O Senhor respondeu a Job do meio da tempestade, dizendo: «Quem encerrou o mar entre dois batentes, quando ele irrompeu do seio do abismo, quando Eu o revesti de neblina e o envolvi com uma nuvem sombria, quando lhe fixei limites e lhe tranquei portas e ferrolhos? E disse-lhe: ‘Chegarás até aqui e não irás mais além, aqui se quebrará a altivez das tuas vagas’». 
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial

Salmo 106 (107), 23-24.25-26.28-29.30-31 (R. 1b) 

Dai graças ao Senhor, 
porque é eterna a sua misericórdia. 

Ou: Cantai ao Senhor, 
porque é eterno o seu amor. 

Os que se fizeram ao mar em seus navios, 
a fim de labutar na imensidão das águas, 
esses viram os prodígios do Senhor 
e as suas maravilhas no alto mar. 

À sua palavra, soprou um vento de tempestade, 
que fez encapelar as ondas: 
subiam até aos céus, desciam até ao abismo, 
lutavam entre a vida e a morte.

Na sua angústia invocaram o Senhor 
e Ele salvou-os da aflição. 
Transformou o temporal em brisa suave 
e as ondas do mar amainaram. 

Alegraram-se ao vê-las acalmadas, 
e Ele conduziu-os ao porto desejado. 
Graças ao Senhor pela sua misericórdia, 
pelos seus prodígios em favor dos homens. 

• Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor – M. Luís (IC, p. 400 | NRMS, 37 | SRML, p. 222)
• Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor – Az. Oliveira (SRAO B, p. 128-129)
• Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor – M. Carneiro (SRMC B, p. 104-105)
• Cantai ao Senhor porque é eterno o seu amor – Ar. Oliveira (IAC, p. 148)
• Dai graças ao Senhor – J. Davide Barros (OCL)
• Dai graças ao Senhor – Ar. Oliveira (IAC, p. 148)
Leitura II

2 Cor 5, 14-17 
«Tudo foi renovado» 
O mistério pascal de Cristo, a sua morte que O levou à glória da ressurreição, constitui o início de uma criação nova. É a fé neste mistério que exerce pressão sobre os cristãos e os há-de impelir a viverem dele e a proclamá-lo ao mundo inteiro, como já impeliu S. Paulo depois da sua conversão. A vida cristã é uma vida pascal, cada dia renovada. 

Leitura da Segunda Epístola do apóstolo S. Paulo aos Coríntios 
Irmãos: O amor de Cristo nos impele, ao pensarmos que um só morreu por todos e que todos, portanto, morreram. Cristo morreu por todos, para que os vivos deixem de viver para si próprios, mas vivam para Aquele que morreu e ressuscitou por eles. Assim, daqui em diante, já não conhecemos ninguém segundo a carne. Ainda que tenhamos conhecido a Cristo segundo a carne, agora já não O conhecemos assim. Se alguém está em Cristo, é uma nova criatura. As coisas antigas passaram: tudo foi renovado. 
Palavra do Senhor. 
 

Aclamação ao Evangelho

V/
Apareceu entre nós um grande profeta: 
Deus visitou o seu povo

Evangelho

Mc 4, 35-41 
«Quem é este homem, que até o vento e o mar Lhe obedecem?» 
Se a contemplação da obra da criação nos pode levar a reconhecer a presença de Deus junto dos homens, quanto mais a contemplação das obras realizadas por Jesus Cristo, o próprio Filho de Deus feito homem? E mais ainda do que acalmar a tempestade no lago da Galileia, o Senhor sempre presente na barca da Igreja, continua a trazer a paz e a bonança ao seu povo batido pelas vagas na travessia do mar desta vida a caminho do porto seguro da glória celeste. 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos 
Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse aos seus discípulos: «Passemos à outra margem do lago». Eles deixaram a multidão e levaram Jesus consigo na barca em que estava sentado. Iam com Ele outras embarcações. Levantou-se então uma grande tormenta e as ondas eram tão altas que enchiam a barca de água. Jesus, à popa, dormia com a cabeça numa almofada. Eles acordaram-n’O e disseram: «Mestre, não Te importas que pereçamos?». Jesus levantou-Se, falou ao vento imperiosamente e disse ao mar: «Cala-te e está quieto». O vento cessou e fez-se grande bonança. Depois disse aos discípulos: «Porque estais tão assustados? Ainda não tendes fé?». Eles ficaram cheios de temor e diziam uns para os outros: «Quem é este homem, que até o vento e o mar Lhe obedecem?». 
Palavra da salvação. 
 

Apresentação dos Dons
• Não vivamos para nós – Az. Oliveira (ENPL, XXXIV)
• Se me envolve a noite escura – M. Luís (NCT, 563)
Antífona de Comunhão

"Os olhos de todos esperam em Vós, Senhor, 
e a seu tempo lhes dais o alimento."
(Salmo 144, 15)


"Eu sou o Bom Pastor 
e dou a vida pelas minhas ovelhas, diz o Senhor."
(Jo 10, 11.15)

• Eu sou o Bom Pastor – C. Silva (CEC I, p. 141 | OC, p. 108 | CN, 449)
• O Bom pastor dá a vida – Ar. Oliveira (IAC, p. 348)

[Outras Sugestões]

• Jesus ordenou ao vento e ao mar – F. Santos (CP II, p.189)
• Quem é este homem – F. Santos (CP II, p.183)
• Salvai-nos, salvai-nos, Senhor que perecemos – F. Santos (CP II, p.186)
Pós Comunhão
• Cantarei ao Senhor pelo bem que Ele me fez – F. Silva (IC, p. 406-407 | NRMS, 98)
• Eu confio no Senhor – M. Carneiro (CVM, p. 46)
• Eu confio, Senhor, na vossa bondade – F. Lapa (BML, 133-134)
• Eu confio, Senhor, na vossa bondade – F. Silva (CEC II, p. 39-40 | NRMS, 70 | CN, 286)
• Se me envolve a noite escura – M. Luís (NCT, 563)
Final
• Cantarei ao Senhor enquanto viver – E. Amorim (ENPL, XLIV)
• Cantarei ao Senhor enquanto viver – C. Silva (OC, p. 58)
[BML] Boletim de Música Litúrgica, Serviço Diocesano de Música Litúrgica, Porto.
[CCM] Cânticos para a Celebração do Matrimónio – I e II, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2018.
[CEC I] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 1, 3.ª ed, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2007.
[CEC II] Cânticos de Entrada e Comunhão, vol. 2, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 1999.
[CN] Cantoral Nacional para Liturgia, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2019..
[CP II] Con. António Ferreira dos Santos - Canto Perene, vol. 2, Secretariado Diocesano de Liturgia, Porto, 2003.
[CVM] Pe. Miguel Carneiro - É Cristo que vive em mim: Cânticos para o tempo comum, Paulus Editora, Lisboa, 2011.
[ENPL] Guiões dos Encontros Nacionais de Pastoral Litúrgica, Fátima.
[IAC] Pe. Artur Oliveira - In Aeternum Cantabo, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2021.
[IC] A Igreja Canta, 2.ª ed, Comissão Bracarense de Música Sacra, 2005.
[NCT] Novo Cantemos Todos, Editorial Missões, Cucujães,1990.
[NRMS] Nova Revista de Música Sacra, Comissão Bracarense de Música Sacra, Braga.
[OC] Con. Carlos da Silva - Orar Cantando, Secretariado Nacional de Liturgia, Fátima, 2001.
[OCL] Pró-manuscrito , publicado pelo site O Canto na Liturgia.
[SRAO B] Pe. António Azevedo de Oliveira - Salmos Responsoriais: Ano B, Música Sacra, Braga, 1990.
[SRMC B] Pe. Miguel Carneiro - Deus fez maravilhas: Salmos Responsoriais – Ano B, Paulus Editora, Lisboa, 2008.
[SRML] Pe. Manuel Luís - Salmos Responsoriais e Aclamações ao Evangelho, Comissão de Liturgia e Música Sacra do Patriarcado de Lisboa, Lisboa, 1997.